Inscrições para o AgroX da SLC Agrícola encerram em 20 de outubro

A SLC Agrícola, uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras, encerra, em 20 de outubro, as inscrições para a terceira edição de seu Programa de Conexão com Startups. Com uma nova roupagem e marca – agora com o nome de AgroX – a iniciativa visa solucionar desafios selecionados em uma abordagem de open innovation .

O AgroX 2021 está estruturado em três “batches” (ou “lotes”), dois deles com foco em conexão com startups nacionais, em períodos diferentes, e outro com a intenção de se conectar com startups estrangeiras, ampliando a varredura de alternativas para resolver os desafios de negócio da SLC Agrícola. As inscrições para o “Batch 1” poderão ser realizadas, até a próxima quinta-feira, 20/10, pelo site https://slcagricola.brightidea.com/agroexponencial .

“O AgroX é uma das nossas iniciativas de inovação aberta. A ideia do Programa foi colocar foco nas nossas iniciativas de inovação, visto que recebemos, quase que semanalmente, propostas para teste de tecnologias, e não há tempo hábil para testar todas. Tendo uma priorização, temos sido muito mais assertivos nas Provas de Conceito. Internamente, visamos impulsionar a cultura de transformação digital e trabalho colaborativo, em conexão com as empresas da nova economia”, disse Frederico Logemann, Head de Inovação da SLC Agrícola.

Para participar, as agtechs já devem ter um MVP (produto mínimo viável) validado e uma solução minimamente aderente aos desafios mapeados pela SLC Agrícola que, assim como nos anos anteriores, têm maior foco nas operações agrícolas e agroindustriais da Companhia. O programa percorre diversas etapas, culminando com o desenho das PoC´s (Provas de Conceito), que são “testes mínimos viáveis”, rodados em ambientes da SLC Agrícola, que, em produzindo resultados favoráveis, geram a potencial contratação das startups como fornecedoras ou parceiras de co-desenvolvimento. “Dado que agora possuímos um braço de investimentos em startups, a SLC Ventures, o AgroX acaba sendo também um gerador de potenciais investimentos. Estamos capturando sinergias entre as iniciativas de inovação”, destaca Logemann.

Em 2020, a segunda edição do programa contou com 105 projetos inscritos. Oito deles foram finalistas e puderam apresentar suas propostas de solução, envolvendo temas como “sensorização e automação de fardinhos”, “calibração automática dos implementos de distribuição de fertilizantes sólidos”, “digitalização na metodologia de cálculo das emissões de gases de efeito estufa, “People Analytics” e “Controle de acesso de colaboradores a espaços restritos”.

Compartilhar