5 dicas para preparar o e-commerce para a Black Friday

O evento comercial que teve origem nos Estados Unidos, hoje ocorre em muitos países ao redor do mundo. A Black Friday surgiu com intuito de movimentar o comércio entre os feriados de Ação de Graças e Natal, além de ser umA edição de 2020 promete ótimos resultados, mesmo em um ano de incertezas econômicas a oportunidade de renovação de estoque e ter conhecimento sobre possíveis produtos e serviços que podem ter maior saída nas próximas datas comemorativas, o que permite fazer determinados investimentos com maior assertividade.


A Tray, maior e melhor plataforma de e-commerce e unidade de negócios do Grupo Locaweb, chama atenção para o potencial desta data para os lojistas virtuais, já que hoje 80% dos brasileiros têm conexão à internet em casa, e possuem 230 milhões de smartphones e a última edição do evento movimentou R$ 3 bilhões no país.


Atualmente no Brasil, a Black Friday está sendo muito esperada por consumidores e comerciantes, principalmente pelo fato de 2020 ter sido marcado por estresse e incertezas econômicas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, mesmo nestas circunstâncias, os especialistas têm expectativa de que esta edição seja de grande sucesso com 72% dos consumidores comprando e movimentando a área.


Mesmo sendo uma data conhecida, é preciso que o endereço virtual do estabelecimento esteja preparado para receber e chamar atenção do consumido., Para isso, Willians Marques, diretor-geral e fundador da Tray, reuniu 5 dicas para performar bem na Black Friday:

1. Versão mobile
Cada vez mais, o número de compras por dispositivos móveis está aumentando, por isso, é importante que o site tenha uma versão mobile, com potencial de zoom de qualidade, tanto para o conteúdo textual, quanto para imagens.

2. Campanha no site
Mude o design e cores do site especialmente para a Black Friday. É importante que seu consumidor veja que seu estabelecimento está preparado e também, que possa atrair a atenção de usuários indecisos.

3. Redes Sociais
Esteja presente no maior número possível de redes sociais, como Facebook, Instagram e WhatsApp. E se planeje ficar disponível por um tempo maior para sanar dúvidas dos consumidores.

4. E-mail Marketing
É uma estratégia para que seu consumidor saiba o que esperar, por isso, anuncie promoções, cupons e frete grátis (quando possível).

5. Marketplace
Esteja presente no maior número de marketplaces possíveis, são ótimas vitrines para seu produto, pois já possuem imagem consolidada com seu público-alvo, como é o caso de Amazon, Mercado Livre, Submarino e Americanas, por exemplo.
“Seguindo essas dicas, a sua loja virtual estará pronta para o dia 27 de novembro. Uma dica extra: não esqueça de planejar o estoque e o horário de atendimento ao consumidor! Assim, aproveite a data da melhor maneira para aumentar o rendimento de seu estabelecimento”, finaliza Marques.

Compartilhar
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.