Buysoft investe em nova sede em Maringá

Realização. Esta é a palavra que define os últimos anos da Buysoft, uma das maiores empresas de licenciamento de softwares e soluções em TI do Brasil, sediada em Maringá, no Paraná.

Para 2019, a empresa anuncia a expansão dos negócios e a preparação de sua nova sede, no Avenida Business Center, prédio localizado na região mais moderna de Maringá, e com vista para o “novo centro” da cidade. Uma localização repleta de novas edificações e empreendimentos, além de vizinhos como grandes hotéis, convenientes shoppings, além de lojas e bons restaurantes. O novo endereço vai contar ainda com amplo estacionamento, segurança 24 horas com circuito interno de TV e câmeras em todos os acessos.

A Buysoft vai ocupar uma área com 402,98 m2, quase o dobro do espaço atual, com três salas de eventos com capacidade total para 230 pessoas. O ambiente será voltado à produtividade e eficiência no trabalho, organizado em ilhas e sem nenhuma divisão que facilita a integração entre as pessoas.

O projeto de design está a cargo da arquiteta Simone Carvalho (http://www.scarvalho.arq.br) e vai contar com inúmeros quadros para anotações como parte funcional da decoração, nove TVs distribuídas em todo o ambiente e sistema de som interno, tudo para tornar a empresa um excelente lugar para se trabalhar. Para descontrair, bastará descer o elevador para estar no shopping center mais movimentado de Maringá, pronto para um descanso ou até um Happy Hour.

A previsão para a inauguração da nova sede é agosto deste ano. A empresa está preparando o espaço pensando em receber os clientes da melhor maneira possível, mas também em agradar os colaboradores. A Buysoft prevê um crescimento de 70% do quadro de funcionários, chegando a 50 nos próximos três anos (oito já foram contratados nos primeiros meses de 2019), além de 10 pessoas trabalhando em esquema de home office em Londrina, Curitiba, Campinas e São Paulo.

2019 também já está marcado como o ano em que foram promovidas uma série de mudanças na empresa. Houve uma reestruturação dos times de primeiro, segundo e terceiro escalão, lançamento da nova política de bônus e comissionamento, incentivando muito mais o time em termos de resultados, definição objetiva de funções e melhor aproveitamento de competências.

De acordo com Clemilson Correia, fundador e CEO da Buysoft, “o foco é a criação de fundamentos sólidos para estarmos preparados para o gigante crescimento que esperamos para os próximos anos. Com grande foco em rentabilidade, resultado e meritocracia”, explica. E complementa com a certeza de quem cresceu 94% e faturou R$ 31 milhões em 2018, “queremos ser líderes em todos os seguimentos que trabalhos e preparar o terreno para expansão”.

Buysoft é reconhecida como Parceira Gold da Autodesk

A Buysoft, uma das maiores empresas de licenciamento de softwares e soluções em TI do Brasil, recebeu a distinção de Parceira Gold da Autodesk, um nível elevado concedido pela companhia norte-americana a um time seleto de parceiros em todo o mundo.

A Autodesk cria softwares especializados para pessoas criativas dos setores de Mídia e Entretenimento; Manufatura; e Arquitetura, Engenharia e Construção. Em AEC – Arquitetura, Engenharia e Construção, há integração ao uso da tecnologia BIM – Building Information Modeling – em projetos de edificações, construção e infraestrutura civil que permite criar digitalmente um ou mais modelos virtuais desde o desenho até ilustrações em 3D.

A designação de parceiro Gold Autodesk indica que os parceiros demonstraram a capacidade de oferecer soluções de software Autodesk completas. O parceiro Gold tem conhecimento técnico em setores específicos, soluções, suporte, treinamento, implementação e serviços de consultoria.

Para considerar uma parceria Gold, a Autodesk exige alto desempenho comercial com o número mínimo de vendas, superado pela Buysoft, além de pleno domínio das soluções comercializadas pela empresa. Para ser elegível à categoria Gold, a Buysoft criou uma unidade, denominada Buysoft Construction, com profissionais focados nas soluções de AEC – Arquitetura, Engenharia e Construção. Esta é composta por equipe técnica de engenheiros e arquitetos, além de time comercial, que desenvolve os negócios e garantem o sucesso do cliente com a utilização plena da solução adquirida.

A parceria Buysoft e Autodesk se desenvolveu baseada no comprometimento da empresa de Maringá com os produtos da gigante americana. A partir do contrato firmado em julho de 2015, a Buysoft foi elevada a parceira Silver Autodesk com especialização em Arquitetura, Engenharia e Construção em novembro daquele ano. Em abril de 2017, a Buysoft conquistou o Prêmio Autodesk de Maior Crescimento entre os parceiros locais.

Em agosto de 2017, a Buysoft foi reconhecida como parceira Silver Autodesk em atendimentos ao Governo e agora, em novembro, alcança finalmente reconhecimento como parceiro Gold Autodesk.

“Esse reconhecimento é muito significativo, especialmente na perspectiva da relevância da implementação do BIM no Brasil, uma vez que o governo federal assinou o DECRETO Nº 9.377, DE 17 DE MAIO DE 2018, que trata do desenvolvimento de uma estratégia nacional para difundir essa tecnologia. O reconhecimento da Buysoft como parceira global da maior empresa do ramo no mundo, representa nosso comprometimento, comportamento e investimentos pesados na venda de produtos, apresentação de soluções e suporte que envolvem as plataformas e softwares Autodesk”, comemora Clemilson Correia, CEO da Buysoft.

No próximo dia 29 de novembro, a Buysoft organiza um evento que contará com a presença dos principais executivos da Autodesk no Brasil a fim de desenvolver a quatro mãos a estratégia de negócios relacionada ao novo status Gold, seguida de um evento fechado com os principais clientes da Buysoft que utilizam a tecnologia BIM da Autodesk.

Sobre a Buysoft:

Prefeitura de Arapongas adota soluções Autodesk para otimizar processos e reduzir custos na construção civil

Recentemente o governo federal lançou a estratégia nacional para difundir o BIM, siga em inglês para Building Information Modeling (ou Modelagem de Informação na Construção). Trata-se de uma plataforma de gestão que promete reduzir custos e combater a prática de recorrentes aditivos na construção civil.

Com o sistema (BIM), estima-se um aumento em 10% da produtividade do setor, além da redução de custos que pode chegar a 20%.

Aproximadamente um terço dos materiais usados nas obras – de cimento a vergalhões, passando por instalações elétricas e hidráulicas – corresponde a desperdício que pode ser reduzido. Atualmente apenas 5% das empresas utilizam o BIM, mas a expectativa é que se metade da cadeia de construção (em faturamento) adotar a plataforma até 2028, haverá ganho de 7 pontos porcentuais do PIB setorial.

Neste sentido, a Prefeitura de Arapongas, no Paraná, saiu na frente. A partir de licitação pública, adquiriu junto à Buysoft, empresa de softwares de Maringá, também no Paraná, um conjunto de soluções da Autodesk para a área de arquitetura e engenharia da Administração Municipal.

O trabalho é baseado em produtos como Revit, Navisworks e InfraWorks, softwares que a Prefeitura de Arapongas não utilizava até serem apresentados como soluções pela Buysoft.

Além da aquisição, a empresa maringaense está implementando os programas por meio de um projeto de consultoria e treinamento ao setor de engenharia e arquitetura de Arapongas, com um engenheiro próprio, capacitado e responsável pelo projeto, ao longo de doze meses.

“A administração está investindo na implementação deste conjunto de soluções que é chamado de BIM – Building Information Modeling – que envolve softwares, que estamos implementando e, principalmente, pessoas que, a partir do treinamento que vamos ministrar, vão poder usufruir e tirar o máximo das ferramentas que apresentamos”, explica Jair Milani, Secretário de Obras, Transportes e Desenvolvimento Urbano da Prefeitura de Arapongas.

O objetivo é otimizar os processos naquele setor da Prefeitura, além de evitar prejuízos. Os softwares implementados pela Buysoft realizam, por exemplo, cálculos exatos que afastam o risco de aditamentos em obras, ou seja, evita que no meio de um projeto o responsável descubra que faltam verbas para a conclusão daquela obra.

Há ainda outros benefícios como a eliminação de erros nos projetos, a possibilidade de acompanhar como a obra está se desenvolvendo passo a passo e a transparência nos gastos.

“Pra nós da Buysoft um trabalho como este ganha importância porque estamos oferecendo ferramentas que vão permitir que a Prefeitura evite prejuízos e, assim, a população também é beneficiada”, complementa Clemilson Correia, CEO da Buysoft.