Itaipu moderniza sala de reunião do Conselho com projeto desenvolvido pela Seal Telecom e Shure

Reuniões de conselho e diretoria sempre são fundamentais para o futuro de uma empresa, por isso, o local em que essas pessoas se reúnem para discutir dados e projetos deve ter todas as facilidades para auxiliar no processo de tomada de decisão. A Itaipu Binacional sabe dessa importância e buscou a Seal Telecom para modernizar a sua sala de reunião do Conselho.

A sala antiga da empresa tinha equipamentos obsoletos e seu formato não favorecia todos os presentes. O principal desafio da Seal Telecom na implantação das melhorias foi trabalhar no projeto de modernização simultaneamente à obra civil. “Durante a reforma era necessário fazer um trabalho minucioso, pois precisávamos alinhar o cabeamento, sustentação e outros detalhes para evitar problemas na finalização da obra”, explicou José Luiz de Matos, Diretor da Regional Sul da Seal Telecom. O projeto teve início em dezembro de 2018 e envolveu, além da equipe da Seal, os parceiros Crestron, para automação, Shure, para o sistema de conferência e Huawei, para o sistema de videoconferência.

Para Didiê Cunha, especialista sênior em desenvolvimento de mercado da Shure, o projeto da sede da Itaipu é muito importante para a companhia, pois em parceria com a Seal Telecom, foi possível implementar o primeiro sistema de conferência integrado às placas de identificação eletrônica MXCSIGN. “Com essa solução inovadora, garantimos qualidade de áudio em um sistema interconectado em rede, com pouca infraestrutura de cabos para maior eficiência na comunicação dos usuários”.

“A empresa contratada para a atividade demonstrou experiência de mercado e trouxe soluções adequadas e aderentes às nossas necessidades de projeto”, afirma Everton Schonardie Paschoal, superintendente de Informática da Itaipu.

Diferenciais

O principal diferencial da sala atual é o seu formato não convencional. Ela foi desenhada para otimizar a visualização das informações exibidas, ou seja, todos os pontos têm uma boa visão independentemente do local em que os participantes estiverem sentados. “A arquitetura da sala é uma mudança de paradigma e pode se tornar uma tendência em projetos futuros”, avalia Bruno Duarte, engenheiro da Seal Telecom responsável pelo projeto. A mesa possui 16 cadeiras e todas ficam quase à mesma distância da tela, por isso, a altura da tela do videowall pode ficar mais baixa, otimizando a visualização dos conteúdos apresentados.

Além do sistema de videowall touchscreen que possui 18 telas de 6x3m, resultando em um painel de visualização com aproximadamente 6,45m x 1,81m, a sala mantém um sistema de videoconferência e integração com streaming, sendo possível gravar e distribuir o conteúdo das reuniões tanto pela internet, quanto pela rede local. Esta solução facilita a análise de uma grande quantidade de informações, como indicadores de produtividade, ações, ativos, manipulação de equipamentos e muitos outros dados, auxiliando uma tomada de decisão mais assertiva por meio dos diretores e acionistas.

A sala conta ainda com automação completa com painel de agendamento de sala, sistemas de áudio, cortinas blackout motorizadas e iluminação automatizada.

Toda essa inovação trouxe inúmeros benefícios para a Itaipu Binacional. O fato de poder realizar uma videoconferência, por exemplo, otimiza o deslocamento e oferece a possibilidade de os executivos participarem das reuniões remotamente. Além disso, com a possibilidade de gravação das reuniões não há mais a necessidade de escrever uma ata, as gravações funcionam como atas digitais, mais fáceis de acessar e de obter acesso ao conteúdo com mais detalhes e agilidade.

Compartilhar
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.