De olho no turismo internacional, ministro entrega modernização do Aeroporto de Foz do Iguaçu

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, entregou nesta sexta-feira (28/2), as obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu-Cataratas/PR. Freitas também assinou a ordem de serviço para o início das obras de ampliação da pista em 600 metros, o que permitirá o pouso de aeronaves maiores e voos diretos para a América Central e Estados Unidos. O governador do Paraná, Ratinho Júnior, e o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, participaram da cerimônia.

Com o fim dos trabalhos, que receberam investimento de R$ 42,4 milhões, a capacidade duplicou, passando de 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano. Foz do Iguaçu é segundo destino brasileiro mais procurado pelos turistas internacionais. A ampliação do aeroporto, administrado pela Infraero, é uma demanda antiga. O investimento na modernização vai valorizar o ativo público, que será concedido no leilão da 6ª rodada, previsto para o final do ano.

“A primeira fase do aeroporto está pronta. As obras no Ministério da Infraestrutura começam e terminam. Foi assim com a BR-163 parada, tem sido assim em todos os empreendimentos que temos inaugurado Brasil afora”, afirmou o ministro. Este ano estão previstas 52 entregas de obras e mais de 40 leilões de infraestrutura. Freitas destacou a parceria com o governo do Paraná, com a bancada federal do estado e com Itaipu Binacional para promover investimentos, como a obra da segunda ponte internacional, ligando o Brasil ao Paraguai.

MOMENTO HISTÓRICO – O ministro anunciou ainda o compromisso com a duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas. O projeto está sendo finalizado e terá recursos de Itaipu. “Isso é histórico para Foz do Iguaçu, que está sendo colocado em outro patamar. Com a ampliação da pista do aeroporto em 600 metros, Foz estará definitivamente na rota das principais operadoras de turismo da Europa e dos Estados Unidos”, disse Freitas.

Dentre as melhorias implementadas no aeroporto estão mudanças na área de check-in, nova sala de embarque para voos domésticos e internacionais, expansão dos espaços destinados às áreas comerciais, além de novos banheiros, escada rolante e carrosséis de bagagens. O terminal também ganhou dois novos elevadores e quatro novas pontes de embarque, que vão melhorar a fluidez na circulação dos passageiros que embarcam ou desembarcam em Foz.

De acordo com o presidente da Infraero, além do aumento dos níveis de conforto, serviço e capacidade operacional, a conclusão das obras no terminal vai contribuir para o desenvolvimento do turismo e da economia do País e da região, promovendo geração de empregos e oferta de mais serviços. “Foz do Iguaçu é um destino turístico consagrado, um dos principais cartões-postais do Brasil. Entregamos um terminal condizente com a importância e a relevância desta cidade”, afirmou o Brigadeiro.

VOOS SEM ESCALAS – Além das melhorias no terminal de passageiros, o pátio de estacionamento de aeronaves está sendo ampliado. A obra vai garantir mais quatro posições de estacionamento de aeronaves comerciais, aumentando a capacidade em 57%. Juntamente com as obras de drenagem, que foram concluídas em novembro de 2019, as intervenções manterão os melhores níveis de segurança na circulação das aeronaves.

A pista de pousos e decolagens do Aeroporto Internacional Cataratas foi recapeada e também será ampliada em 600 metros, o que proporcionará um incremento das cidades atendidas sem escalas a partir de Foz, com a possibilidade de voos para a América Central e Estados Unidos. O valor do contrato é de R$ 53,9 milhões, e os recursos são oriundos de um termo de convênio firmado entre a Itaipu e a Infraero, que contribuirão com 80% e 20%, respectivamente.

Outra melhoria, também realizada em parceria entre Infraero e Itaipu é a duplicação da via de acesso ao aeroporto. A obra, que já está em andamento, vai aprimorar a fluidez nas chegadas e saídas de veículos no terminal fronteiriço.

Parte das melhorias já está em operação desde junho do ano passado. Entre elas estão a sala de desembarque doméstico com 1,2 mil m², espaço mais de três vezes maior do que a área antiga, que contava com 350 m². Além disso, também já estão funcionando o novo conjunto de sanitários e o acesso ao novo saguão de passageiros, que tem quase o dobro de tamanho, passando de 800 m² para 1,5 mil m².

Atualmente, cinco companhias aéreas operam voos comerciais em Foz: Gol, Latam, Azul, JetSmart e a boliviana Amaszonas, que ligam a cidade a Curitiba/PR, São Paulo/SP, Campinas/SP, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro/RJ, Florianópolis/SC, Confins/MG, Lima (Peru), Santiago (Chile) e Santa Cruz de la Sierra (Bolívia). Em 2019, o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu recebeu 2,27 milhões de passageiros e 21,11 mil aeronaves, entre chegadas e partidas domésticas e internacionais.

Compartilhar
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.