Projeto de Maringá é um dos vencedores do programa “Educar para Transformar”, do Instituto MRV

O projeto “Conhecer, acolher e semear”, idealizado pelo Instituto de Mulheres Negras Enedina Alves Marques, de Maringá, é um dos dez ganhadores da 7ª edição do programa Educar para Transformar, chamada pública de projetos do Instituto MRV. O projeto tem o objetivo de capacitar professores para lidar com temáticas sociais relevantes no contexto escolar, com o suporte de psicólogos (gestão de conflitos), advogados (direitos sociais) e pedagogos no processo de formação. O “Conhecer, acolher e semear” vai receber capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$160 mil para o desenvolvimento das atividades durante dois anos.

Nesta edição, foram cerca de 400 projetos inscritos pelas Organizações da Sociedade Civil (OSC’s), em parceria com escolas públicas do Ensino Fundamental II e Médio. “Em um país com grande desigualdade social é muito gratificante ver o interesse das OSC’s e das escolas em fazer a diferença, em proporcionar inclusão e melhorar as condições de acesso à educação de crianças e adolescentes. Estamos muito felizes com o resultado final e com a certeza de que estarmos no caminho certo para o desenvolvimento de um Brasil com mais oportunidades”, afirma Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV.

Compartilhar
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.