Fusões e aquisições no Paraná crescem no último ano, segundo KPMG

O estado do Paraná obteve uma significativa crescente em fusões e aquisições em 2018, obtendo um total de 52 operações, 27 a mais em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado consta na pesquisa realizada pela KPMG.

As transações domésticas em 2017 foram 15, já em 2018 aconteceram 33 operações, representando um aumento de mais de 100%. Outro destaque foram transações de compra de estrangeiros no Brasil (CB1) que tiveram um aumento de 85,7%, passando de sete (2017) para 13 (2018).

O aumento no Paraná refletiu nos números da região Sul, aquecendo a economia de toda a região. Outro fator relevante foram as operações no setor de TI que subiram 76%, passando de 17 (2017) para 30 (2018).

Já as fusões e aquisições na região Sul tiveram um aumento considerável em 2018, em relação ao ano anterior. Com um crescimento de 34%, as operações em 2017 foram de 96, contra 129, em 2018, com destaque para o aumento nas operações domésticas que passaram de 61 (2017) para 82 (2018).

F&A no Paraná

Ano

Doméstica

CB1

CB2

CB3

CB4

CB5

Total

2018

33

13

4

2

52

2017

15

7

1

2

25

F&A na Região Sul

Ano

Doméstica

CB1

CB2

CB3

CB4

CB5

Total

2018

82

36

8

3

129

2017

61

29

2

4

96

Legendas

Transações Domésticas: entre empresas de capital brasileiro

CB1: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB2: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no exterior.

CB3: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB4: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB5: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no exterior.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.