Famílias paranaenses pretendem consumir mais em 2017

A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), e divulgada regionalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), sinaliza que o paranaense está propenso a consumir mais em 2017. Em janeiro, o indicador atingiu 96,1 pontos e é o maior cartier bracelet gold
desde julho de 2015.

Com a capacidade de medir a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de suas famílias, a pesquisa apresenta uma evolução na intenção de consumo na ordem de 5,2% no comparativo anual (janeiro de 2017 com relação a janeiro de 2016). No comparativo mensal (janeiro de 2017 com relação a dezembro de 2016), os dados registram crescimento de 1,4%. Apesar dessa recuperação, a intenção de consumo no estado ainda não conseguiu van cleef arpels jewelry replica atingir a pontuação ideal, que vai de 100 a 200 pontos.

O indicador nacional, com 76,2 pontos, segue na ordem inversa, com retração de 1,7% no comparativo anual e nenhuma variação no comparativo mensal.

Dos indicadores que compõem a ICF, a perspectiva de consumo, mesmo abaixo do ideal, aponta ascensão anual de 51,4% no Paraná. Destaque também para a situação no emprego atual e para a perspectiva profissional, com aumentos respectivos de 2,5% e 3,9% na variação mensal. Este último indicador apresenta o melhor resultado desde março de 2016.

Ainda no âmbito estadual, três indicadores apresentam retração com relação ao mês anterior. A renda atual, com – 2,1%; o acesso cartier bracelet
ao crédito, com variação de -0,1%, e a perspectiva de consumo, com baixa de -3,7%.

Histórico

O desmembramento dos itens que compõem a ICF (acesso ao crédito, perspectiva profissional, situação no emprego, perspectiva de consumo, renda atual, consumo atual e momento para compra de bens duráveis) dos meses de janeiro desde 2010 permite uma melhor compreensão do comportamento da intenção de consumo das famílias paranaenses ao longo dos últimos anos.

Marcado , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.