Estudantes da Universidade Positivo se destacam na Microsoft Imagine Cup

O jogo “Law for Good”, desenvolvido por alunos do curso de Direito e Sistemas de Informação da Universidade Positivo, além do curso de Jogos Digitais do Centro Tecnológico Positivo, recebeu menção honrosa na Microsoft Imagine Cup, principal competição internacional de tecnologia. O jogo ficou entre os 10 melhores na etapa “Big Idea: Plan Challenge”, na categoria “World Citizenship”.

O projeto tem como objetivo levar noções de direito constitucional e de direitos humanos para crianças. Segundo Adriana Inomata, professora de Direito Constitucional e Direitos Humanos da Universidade Positivo e orientadora do projeto, a ideia para a criação do jogo surgiu a partir de conversas sobre o assunto, envolvendo a filha, a quem ensina noções do Direito, ao marido, que atua na área tecnológica, e aos alunos, que se interessaram pelo assunto e decidiram desenvolver o projeto.

Durante a competição, foi apresentado o documento de Design, no qual, foram expostos os objetivos com o projeto do jogo que está em processo de desenvolvimento. Para a Adriana Inomata, receber a menção honrosa nesta etapa mostra que o jogo está no caminho correto. “Conseguir esse reconhecimento é muito importante, pois a menção honrosa garante que iremos receber um feedback de desenvolvedores e especialistas de mercado que podem dar novos elementos para incrementar ainda mais o projeto”, explica.

De acordo com o coordenador do curso de Jogos Digitais do Centro Tecnológico Positivo, Rafael Dubiela, a Universidade e Centro Tecnológico Positivo têm um histórico positivo na competição. “Desde 2011 conseguimos nos destacar e, nesse ano, a participação de um projeto que tem na essência o ensino de Direito, dá um fôlego pra disputa e mostra que qualquer aluno pode criar e desenvolver um projeto tecnológico.”, finaliza.

Para Frederico Costa, aluno do curso de Direito da Universidade Positivo e um dos integrantes da equipe, conquistar o reconhecimento é um estímulo fantástico para continuar com o projeto. “Receber a menção honrosa numa competição tão importante é animador e só mostra que estamos no caminho certo”, finaliza. A equipe é formada também por mais três alunos, Luana Hubner, Luana Gaio e Roberth Araujo. O projeto recebe a colaboração do estudante de Sistemas de Informação, Rodrigo Costa e do estudante de Jogos Digitais, Ricardo Minoro. Além disso, os alunos de Direito, Jogos Digitais, Jornalismo, Publicidade e Propaganda participam do projeto como apoiadores.

Ao longo do ano, a equipe pode ser classificada para a etapa nacional, na qual os finalistas concorrem em uma etapa online global. Os selecionados desta etapa vão para Seattle (EUA) para a grande final. Na última etapa, as equipes vencedoras de cada categoria concorrem entre si pelo melhor projeto da competição.

Law for Good

O jogo é destinado para jovens entre 6 a 10 anos e tem como objetivo ensinar noções de direito constitucional e direitos humanos de modo a gerar cidadãos mais críticos no futuro. O jogo tem por premissa colocar a criança no papel de um governante municipal (prefeito). Assim, no comando da cidade, o jovem terá que equilibrar um triângulo simples de elementos que influenciam no desempenho da cidade: saúde, educação e renda. A criança evoluirá no jogo encontrando desafios mais difíceis em bairros com maior desigualdade até que a cidade esteja equilibrada e com mais igualdade entre as regiões.

Marcado , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.