Gartner diz que organização bimodal requer Sourcing Adaptativo

Tema será tratado na Conferência Business Intelligence, Analytics & Information Management
O Gartner Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, informa que os procedimentos tradicionais de fornecimento utilizados pelas empresas não estão adequados ao nível de agilidade, velocidade e inovação que as organização bimodais precisam. Essas e outras informações serão apresentadas durante a Conferência Gartner Business Intelligence, Analytics & Information Management, que acontecerá nos dias 23 e 24 de junho (terça e quarta-feira), no Sheraton São Paulo WTC Hotel.

De acordo com o Gartner, a organização bimodal precisa adotar uma abordagem adaptativa de fornecimento em que as distintas necessidades de ambos os modos de TI sejam privilegiadas. Esse tipo de organização é aquele que possui dois modos de TI. O Modo 1 é o tradicional, enfatizando a segurança e a precisão. O Modo 2 é o não sequencial, priorizando agilidade e velocidade. Ambos são necessários e devem trabalhar em conjunto.

“Uma abordagem verdadeiramente bimodal para a gestão de TI exige que o sourcing reflita as diferentes necessidades dos dois modos”, afirma Ruby Jivan, Vice-presidente de Pesquisa do Gartner. “Em um processo controlado e coerente, esse sourcing deve entregar as soluções industrializadas de baixo custo que suportam o Modo 1, ao passo que permitem as necessidades mais dinâmicas, ágeis e exploratórias do Modo 2”, afirma o Vice-presidente.

As novas oportunidades e ameaças geradas pela economia digital estão forçando as organizações a se concentrarem em uma inovação rápida, flexível e de colaboração. Os CIOs precisam melhorar sua estratégia de sourcing para dar um impulso sustentável em direção à agilidade de TI da sua organização. Enquanto o sourcing tradicional pode restringir melhorias e inovações, o Sourcing Adaptativo pode trazer mais benefícios de agilidade.

Por meio da aplicação de uma abordagem adaptativa, os CIOs podem aplicar racionalmente diferentes regras de governança para os serviços de TI em cada área, independentemente de que a solicitação do serviço seja feita pelo centro de compras (por exemplo, TI, o diretor de marketing e o diretor digital).

Sourcing Bimodal e Adaptativo

O Sourcing Adaptativo usa um modelo de três etapas para garantir agilidade:

• Inovar.

Os serviços são adquiridos numa base ad hoc para atender aos requisitos de negócios ou oportunidades emergentes. Eles normalmente implicam um ciclo de vida curto e usam tecnologias departamentais, externas e voltadas ao consumidor.

• Diferenciar.

Serviços que permitem a melhoria contínua dos processos exclusivos da empresa e capacidades específicas do setor. Eles têm um ciclo de vida médio (um a três anos) e precisam de reconfiguração frequente para acomodar mudanças nas práticas de negócio e requisitos do cliente. Nesta camada, a reconfiguração e a melhoria contínua dos processos são os principais objetivos.

• Executar.

Serviços estabelecidos que suportam a entrega ininterrupta das demandas de TI, como o principal processamento de transações e master data management fundamental para processos corporativos e de todo o negócio. Normalmente, eles constituem de 50% a 70% do orçamento de TI e, sendo fundamental para a viabilidade do negócio, eles estão sujeitos aos controles mais altos em termos de segurança, conformidade e compatibilidade financeira e técnica, por exemplo. A eficiência do processo é o foco principal nesta camada. Porque a camada de Execução inclui o funcionamento e suporte dos sistemas de registro, inovação e diferenciação (assim que os dois últimos entrarem em produção), os requisitos de conformidade são muito específicos. Há, no entanto, uma necessidade de modernização do ambiente de produção para se preparar para as novas tecnologias digitais que formarão a base das camadas inovadoras e diferenciais.

“O Sourcing Adaptativo afeta as práticas operacionais em vários níveis, de modo que os CIOs que antecipam os efeitos são mais propensos a ter êxito. O sucesso do Sourcing Adaptativo está na agilidade do sourcing e na organização de gestão de fornecedores a adotarem práticas de gerenciamento robustas”, afirma Ruby Jivan, Vice-presidente de Pesquisa do Gartner.

A Conferência Gartner Business Intelligence, Analytics & Information Management oferece para as empresas um direcionamento estratégico associado com a implementação, a estruturação e o aperfeiçoamento de programas de BI – Business Intelligence e de Business Analytics, analisando tendências e práticas de mercado.

Mais informações estão disponíveis no site: gartner.com/br/bi. Para se inscrever, contate o Gartner pelo e-mail brasil.inscricoes@gartner.com, pelos telefones (11) 5632-3109 e 0800-744-1440, ou pelo site: http://www.gartner.com/br/bi.

Marcado , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.