Comissão de vereadores debate sobre incentivo ao setor de tecnologia em Curitiba

Foto: Anderson Tozato - CMC

Empresários de Tecnologia da Informação definiram como um marco para o setor a primeira reunião da Comissão de Urbanismo da Câmara de Vereadores reaizada para tratar de leis e ações que possam fomentar o crescimento, principalmente, do Arranjo Produtivo Local e do Parque de Software de Curitiba. Representantes das duas entidades e da Assespro Paraná participaram da reunião que também contou com a presença da presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento Gina Paladino e outros executivos da Prefeitura. Gina adiantou que a agência já estuda formas de garantir o desenvolvimento da área de tecnologia da capital paranaense e que novos programas devem ser anunciados até 2015.

Os vereadores da comissão assistiram a uma apresentação sobre o que representa o mercado de tecnologia na capital do Paraná e receberam reivindicações para incentivo a empresas, como Imposto Sobre Serviços de 2%, e melhorias para Parque de Software. Em nome do setor, falaram Rawlinson Terrabuio, presidente da Associação das Empresas do Parque, Marcos Roberto Gomes, coordenador do APL de Software e Marcelo Woiciechovski, da Assespro Paraná. Marcelo, que coordena as ações de políticas públicas disse que “o estreitamento da relação entre o poder municipal e o empresariado possibilita avanços para programas de incentivo como o ISS Tecnológico e o Tecnoparque e cria a possibilidade de realização de eventos e ações para promoção da TI em Curitiba”. Marcos, do APL, ressalta que “é muito gratificante ver a atenção dispensada aos empresários de tecnologia e que é uma grande oportunidade para que uma agenda com demandas possa ser trabalhada de maneira mais objetiva e efetiva”.

Fazem parte da Comissão de Urbanismo (que, agora, incorpora Tecnologia da Informação) os vereadores Hélio Wirbiski, Bruno Pessuti, Felipe Braga Côrtes, Toninho da Farmácia e o presidente Jonny Stica, que destaca o potencial de crescimento do setor de tecnologia em cidades de grande desempenho econômico como Curitiba. “A atividade voltada para serviços, especialmente na economia criativa baseada em TI, é a ponta da lança do desenvolvimento das grandes cidades”, concluiu o vereador.

Fonte: Assespro Paraná

Marcado , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.