Pesquisa mostra cenário da inovação no PR

O Sistema Fiep acredita que a inovação é fundamental para as indústrias na busca por produtividade, ampliação do mercado e melhores resultados. Por isso, através do Senai Centro Internacional de Inovação e dos Observatórios Sesi/Senai/IEL, foi produzida a pesquisa “Bússola de Inovação”, da qual participaram 1.240 empresas, representantes de 27 setores industriais. Por meio do projeto, considerado pioneiro no Brasil, pelo detalhamento e abrangência, foi possível conhecer como está a inovação em todo o Estado.

Realizada em cooperação com pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a pesquisa que conta com o apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) mapeou indústrias em aproximadamente 46% dos municípios paranaenses. Como resultado da primeira etapa, foram gerados 22 relatórios técnicos setoriais – como Vestuário e Acessórios, Construção Civil, Metalurgia e Alimentos. A pesquisa completa é um retrato regional da inovação no Paraná e fornece informações para novos estudos sobre o tema, além de dados para a oferta de produtos e serviços alinhados às necessidades de cada setor da indústria paranaense, e subsídios para a elaboração de políticas públicas.

Ao todo, foram três anos para chegar às 22 publicações, que foram entregues aos sindicatos de cada setor durante as comemorações da Semana da Indústria de 2013. Já a segunda etapa da pesquisa contemplará a análise dos dados levantados e uma avaliação do caráter inovador das indústrias do Estado. Segundo a gerente dos Observatórios, Marília de Souza, a principal contribuição das publicações é criar um referencial para que cada setor industrial situe-se em relação ao processo de inovação. “A Bússola permite vislumbrar a inovação sob a ótica setorial, permitindo que as empresas identifiquem seus pontos fortes e, principalmente, aqueles que precisam de melhorias, através de orientação e sensibilização sobre ferramentas e práticas de gestão que permitem o incremento da competitividade”, explica.

Além de ter acesso aos resultados descritivos de cada setor, os participantes da pesquisa receberam um diagnóstico personalizado sobre como está o processo de inovação da empresa, gerado com base nas respostas. Assim, segundo a gerente, cada empresa e setor podem apropriar-se de sua respectiva publicação para nortear suas ações em inovação. “Ao observar a situação atual de suas indústrias e de seus setores industriais, em relação às diferentes variáveis da inovação, os empresários poderão mais facilmente identificar oportunidades de negócios”, finaliza Marília.

Coleta-Aprendizagem

A coleta de dados para a Bússola da Inovação foi feita através de um processo de “coleta-aprendizagem”, que aliou pesquisa a uma proposta de sensibilização dos respondentes sobre inovação. Assim, durante o preenchimento do questionário, o respondente também pôde ampliar e atualizar seus conhecimentos sobre o tema de maneira didática.

Os relatórios setoriais estão disponíveis no site http://www.bussoladainovacao.org.br

Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.